Abaixo o mau humor!

Na moral, vamos dá logo a ideia: saia com sua caretice pra lá, pois aqui é lado B. Neste espaço a gente vai mostrar os bastidores da agência, o que rola nos nossos processos criativos, os jobs, as curiosidades, as alugações, as neuras e as influências que fazem a cabeça da gente. Tudo de forma direta, livre e bacana. Textão politicamente correto conosco não faz carreira. Abraços. Equipe Pepeô. O>

Marketing digital é muito mais que Facebook e Instagram

O marketing digital é um elemento de diferenciação das empresas de destaque. E, de antemão, se você acha que o marketing digital se restringe ao Facebook e ao Instagram, vamos logo avisando… Você está equivocado. Seria como reduzir todo o sistema planetário a Marte e a Júpiter, deixando de fora uma série de outros astros, grandes ou pequenos, que lá na frente, considerando o produto final, fazem a diferença no equilíbrio geral do “ecossistema”.

Em outras palavras, O Facebook e o Instagram são mídias digitais – plataformas, como queira chamar – importantes. Ter atuação nelas é massa, porém, é insuficiente para quem deseja melhores resultados.

Uma boa campanha de marketing digital precisa levar em consideração, por exemplo, o potencial do Google Ad Words. Sem falar, já falando, do papel estratégico do blog, que, se tiver conteúdo atento aos padrões de SEO e com relevância para a audiência, pode gerar, organicamente, bons frutos.

Ah, outra coisa importante… O e-mail marketing continua em alta. Tem até quem acredite que ele morreu, mas, na verdade, “só passou dessa para uma melhor”. Quem o usava loucamente, sem critério e emprego de técnica, o matou. Mas, para muitos players de sucesso, quase todos, o e-mail marketing está em alta. E existem ferramentas ótimas para quem deseja explorar mais a fundo este infinito particular. Na Pepeô, usamos o RD Station, uma ferramenta completa com ótimo recursos para e-mail marketing.

Outra dica é a seguinte: aposte em automação. Os bots para Messenger são ótima pedida. As páginas de captura de e-mail, então, fazem parte do pacote indispensável para quem quer trabalhar com lista. E lista, é bom lembrar, é elementar. Aliadas a uma boa máquna de e-mail, elas fazem um grande estrago, no bom sentido, é claro.

Espero que tenha dado para perceber que o espectro do marketing digital é muito mais amplo do que o Facebook e Instagram. O Facebook e o Instagram são ótimos para atração e até mesmo para a conversão, em alguns casos. No entanto, se você quer atuar em um nível mais elevado, pense grande e amplie os seus horizontes. Espero ter ajudado!

 

Por Geraldo Honorato – Diretor e fundador da Pepeô.

Palestra sobre marketing digital em Camaçari

O nosso diretor Geraldo Honorato ministrou palestra sobre marketing digital em Camaçari. Realizado no auditório do Hotel Cambuci no dia 17 de março, o evento contou com a participação de 60 influenciadores e teve saldo positivo. Foram transmitidos conceitos básicos sobre a perspectiva horizontal de diálogo que pauta as interações nas redes sociais, além de táticas para aumentar o alcance das publicações. Dentre outras coisas, também foram discutidos os fatores de relevância mais levados em consideração pelo algoritmo do FaceBook (EdgeRank).

Geraldo Honorato em palestra sobre marketing digital na cidade de Camaçari-Bahia.

 

O básico do básico que você precisa entender sobre redes sociais

No trabalho de gestão de marcas nas redes sociais, precisamos resistir a constante tentação da pirotecnia. É preciso focar mais nos alicerces, a exemplo da transmissão de valores, da reputação, do engajamento, do diálogo e dos atributos. Esse entendimento – de que é fundamental cuidar do fundamental – separa, muitas vezes, um profissional de comunicação sênior de um profissional comum.

Quando comecei a trabalhar com “redes sociais” prestava atenção excessivamente na forma. Confesso que em algumas oportunidades a questão estética era a razão de ser das coisas. Não que ela não seja importante, pelo contrário. No entanto, se essa questão estética não estiver alicerçada numa estratégia e um conceito claramente definidos, não trará resultados satisfatórios.

Geraldo Honorato, diretor da Pepeô Comunicação

 

Hoje, mais maduro, se pudesse ter uma conversa de 5 minutos com você que está me lendo neste momento e que tem interesse no assunto redes sociais, lhe aconselharia o seguinte:

‘Priorize o diálogo com a sua audiência, responda aos comentários e as mensagens, dialogue com o seu consumidor final e extraia dele insights incríveis. Mais ainda: lembre que as redes sociais são mesas de conversa horizontal. Ou seja, fale, escute e responda. Interaja!’.

E, para finalizar, recomendo que, ao interagir e dialogar com seu público, leve sempre em consideração 3 T`s: TEMPO, TOM e TRANSPARÊNCIA.

Seja ágil, diligente e demonstre atenção . Tome cuidado sempre com o tom da fala. Transmita cordialidade, assertividade, segurança e resolutividade. Nunca esqueça que transparência é a base de todos os relacionamentos. Isto é, fale a verdade, não faça trucagens e assuma as situações, sobretudo aquelas que implicam desgastes.

 

Geraldo Honorato

Jornalista e profissional de mkt digital / fundador da Pepeô Comunicação

O que é ser criativo?

 

A Pepeô participou, em São Paulo, do Share SP 2016, um dos quatro maiores fóruns do país voltados às redes sociais. Muitas discussões de qualidade, painéis descolados e assuntos instigantes circularam nas “vielas” da Universidade Mackenzie, local escolhido para sediar o evento.

Em um dos momentos mais bacanas da programação, surgiu uma pergunta que é permanente na cabeça de todo profissional que lida com produção de conteúdo: “o que é ser criativo?”. Putz!

Sempre pensamos nisso, mas nunca encontrei uma resposta definidora o suficiente para aquietar a alma. Saí do Share SP sem a bendita resposta, mas com um caminho até então impensável para tentar responder a tal pergunta perseguidora. Ei-la: “Ser criativo é colocar luz nas coisas comuns que as pessoas pensam, mas às vezes não têm coragem de falar”.

Abaixo o mau humor!

Na moral, vamos dá logo a ideia: saia com sua caretice pra lá, pois aqui é lado B. Neste espaço a gente vai mostrar os bastidores da agência, o que rola nos nossos processos criativos, os jobs, as curiosidades, as alugações, as neuras e as influências que fazem a cabeça da gente. Tudo de forma direta, livre e bacana. Textão politicamente correto conosco não faz carreira. Abraços. Equipe Pepeô. O>

Nem tudo é $!

 

O dinheiro não é a única forma de segurar pessoas talentosas num grupo ou empresa. Salário hoje é o 3º ou 4º item no ranking de desejos dos grandes profissionais. Os talentos querem autonomia, querem liberdade criativa, querem ser ouvidos e querem participar das decisões. E querem também, é claro, ser bem pagos. O>